14.10.18

FIAC 2018 : Paulo Nazareth exibe a performance Moinho de vento em Paris

De 18 a 21,10.2018

A 45ª edição da Foire Internationale d’art Contemporain (Fiac) reúne 195 galerias, no Grand Palais, em Paris. O evento também se espalha pela cidade com apresentações de obras e performances em locais como o Petit Palais, os Jardins das Tulherias, a Place de la Concorde e o Musée National Eugène Delacroix.

Na Fiac 2018, a participação brasileira fica por conta do artista mineiro Paulo Nazareth, da Mendes Wood DM. O artista exibe a performance “Moinho de vento”, em que treze imigrantes se apresentam caminhando pelas ruas de Paris. Ao longo da rota, eles moem grãos de café e deixam uma trilha de pó e aroma. O projeto propõe uma reflexão em torno da imigração do trabalho e seus possíveis rastros e consequências.

mm2018

Posté par Fatos e Fotos à 12:05 - Permalien [#]
Tags : , , , , , , ,


24.09.18

Eleição presidencial no Brasil em 2018 : apoiado pelos pastores evangélicos, Bolsonaro é rejeitado pelas mulheres

Enquanto pastores evangélicos apoiam Bolsonaro, a cúpula católica lava as mãos. No Brasil, 166 milhões de pessoas, cerca de 86% da população, declaram-se cristãs. Nessa parcela, 64,6% são católicas e o restante, evangélicas. Indignadas, as mulheres decidiram se unir e se mobilizar contra o presidenciável (1).

Recentemente a Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil decidiu apoiar a candidatura do capitão reformado Jair Bolsonaro, sob o pretexto de frear uma possível vitória da esquerda. Solicitada, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lavou as mãos e declarou que a Igreja "não se pronuncia sobre candidatos".

O candidato Bolsonaro - que prega a violência, defende a tortura e a pena de morte - se tornou conhecido pelas declarações polêmicas sobre a homossexualidade, o racismo e os negros.

Considerado racista e sexista, ele foi condenado duas vezes em 2017 pelo STJ por danos morais. No visor dos defensores dos direitos humanos e da  Ordem dos Advogados do Brasil, essa última anunciou que as declarações do deputado do Partido Progressista são "inaceitavelmente ofensivas pois têm um cunho racista e homofóbico, incompatível com as melhores tradições parlamentares brasileiras". 

As declarações de Bolsonaro repercutiram também nas redes sociais. Uma petição online aberta no site Avaaz para pedir a cassação de Bolsonaro reuniu quase 300 mil assinaturas e várias páginas no FB foram abertas com o objetivo de « proteger o Brasil de Bolsonaro ».

Indignadas com os posicionamentos do presidenciável, as mulheres brasileiras decidiram se mobilizar. A rejeição do eleitorado feminino ao candidato, segundo as últimas pesquisas, chegou a 49% e tem se materializado através das redes sociais. No FB, a página « Mulheres unidas contra Bolsonaro » já conta com mais de 2 milhões de usuárias. Esse grupo pretende organizar manifestações (1)dia 29 de setembro em todo o Brasil.

Organizadoras e participantes da plataforma não pretendem parar por aí. Elas pretendem mudar o nome do grupo depois das eleições para se tornar, de fato, um movimento que promova outras ações em prol dos direitos das mulheres.

40739495_732272110452874_4246237200821673790_n

13.09.18

Economia : Kiabi, a marca barata de moda francesa, vai abrir 40 lojas no Brasil

Kiabi, a marca cheap de moda francesa que realizou uma receita de 1,9 bilhão de euros em 2017, desembarcou em São Paulo em agosto passado no shopping Ibirapuera. A abertura de uma outra loja está prevista no shopping West Plaza no mês de outubro. A marca pretende se desenvolver no Brasil e abrir 40 lojas daqui a 2023.

Especialista do prêt-à-porter a preços discount, Kiabi visa uma clientela familiar e popular. Composta particularmente de mães de família de 29 à 45 anos de idade, são elas que compram e são sensíveis à ideia de uma moda a preços baixos para toda a família. Um cliente Kiabi gasta em média entre 30 e 32 euros (entre 145 e 155 reais).

A marca não possui usinas próprias, somente quatro escritórios na França. A fabricação das peças está repartida entre o Bangladeche, a China, a India e o Marrocos. Cada país tem a sua particularidade, o bordado não é fabricado no mesmo lugar que o algodão. As vendedoras das lojas trabalham meio-período e recebem o salario mínimo e devem manter um ritmo de trabalho constante.

A marca está apostando no consumo dos brasileiros. Será que ela vai conseguir atrair e conquistar o consumidor brasileiro? O otimismo da Kiabi indica que sim.

logo-kiabi

Posté par Fatos e Fotos à 15:27 - Permalien [#]
Tags : , , , , , , ,

05.09.18

Música brasileira : Rodrigo Campos lança seu quarto disco "9 Sambas"

O compositor e cantor Rodrigo Campos lança seu quarto disco 9 Sambas, todos compostos em 2017 e gravados ao longo do ano.

« Na busca por uma voz que pudesse ser um pouco minha, mas que fosse também comum ao samba, escolhi falar de uma forma inerente ao gênero, pegando emprestado esse olhar contemplativo, mas também direto na simplicidade de sua filosofia. Não que se possa realizar, de fato, a irreverência metafísica dos grandes sambistas, seria mais procurar por ela. Dito isso, à maneira deles, destilei alguns pensamentos sobre o absurdo, o jogo da vida, o homem, a clareza, a dor, o amor, as bandeiras, a mulher e o envelhecimento. Também imagino, nesses nove assuntos, nove biologias de samba, ou nove arquétipos de samba, como que se fosse o samba uma pedra partida em nove pedaços. » conta Rodrigo.

Next Shows:

20/09 - SESC Pompéia - lançamento 9 SAMBAS
01/10 - Ó do Borogodó

Para saber +: http://rodrigocampos.art.br

unnamed

Photo: Zé de Holanda

Posté par Fatos e Fotos à 13:02 - Permalien [#]
Tags : , , , , , , ,

24.08.18

Fotografia : SP-Arte/Foto/2018 apresenta a sua 12a edição

Até 26,8.2108

A Feira de Fotografia de São Paulo chega a sua 12aedição com 33 expositores que reúnem registros dos mais renomados fotógrafos do Brasil e do mundo. Além de importantes galerias, editoras e museus, a SP-Arte/Foto/2018 conta com uma extensa programação cultural: ciclo de palestras e debates sobre o fazer fotográfico, o Talks, visitas guiadas pela Feira, lançamentos de livros e exposições pela cidade.

A edição 2018 reúne 33 expositores. As galerias Emmathomas, Fortes D'Aloia & Gabriel, Gabriel Wickbold, MaPa, OMA, Silvia Cintra + Box4 e VilaNova estreiam na SP-Arte/Foto/2018. Após um hiato de quatro anos, a galeria Nara Roesler retorna ao evento. A essa seleção, juntam-se as veteranas Dan, Fólio, Lume, Mario Cohen, Marcelo Guarnieri, entre outras. 

Entre os destaques já confirmados, estão um conjunto de fotografias do americano David La Chapelle, apresentado pela Babel; uma série inédita da gaúcha Romy Pocztaruk, pela Zipper; e registros de Mauro Restiffe, Erika Verzutti e Luiz Roque pela Fortes D'Aloia & Gabriel. A Galeria Vermelho, por sua vez, traz séries de Rosangela Rennó e Marcelo Moschetta. 

A estreante MaPa apresenta ao público seu acervo de fotoclubismo e fotojornalismo vintage, produzido entre as décadas de 1940 e 1970, por nomes como Orlando Pilar Duarte, Ferenc Aszmann e José Lambert. 

A SP-Arte/Foto traz ainda uma novidade: uma homenagem a German Lorca, um dos mais importantes nomes da fotografia brasileira. Aos 96 anos e prestes a ser protagonista de uma retrospectiva no Itaú Cultural, Lorca assina um ensaio inédito, produzido especialmente para a revista da SP-Arte/Foto/2018. 

SP-Arte/Foto/2018

Shopping JK Iguatemi, 3º piso

A entrada é gratuita e encerra todos os dias meia hora antes do horário de fechamento da Feira

bartaart-barta-art-sp-arte-art-fair - copie

 

Posté par Fatos e Fotos à 15:08 - Permalien [#]
Tags : , , , , , , ,


20.08.18

Desmatamento: governo Temer maquia a redução das emissões na Amazônia

Ao contrário do que afirma, o governo brasileiro não atingiu a meta de redução de desmatamento de 80% na Amazônia, que deveria ser no máximo de 3925 km2 em 2020. A última taxa de desmatamento (2017) foi de 6.947 km2, ou seja, 77% maior que a meta, conforme declaração do Greenpeace Brasil.

"Os cálculos que o governo utiliza para anunciar a redução das emissões de CO2 por desmatamento deveriam ser transparentes. Ao incluir na conta as remoções de emissões em terras indígenas e Unidades de Conservação (UCs), o governo levanta uma série de dúvidas. Embora essas terras sejam fundamentais para a proteção das florestas, elas sofrem com invasões, retirada ilegal de madeira, desmatamento e queimadas, o que afeta a capacidade dessas áreas absorverem carbono", explica Cristiane Mazzetti, especialista em Desmatamento do Greenpeace Brasil.

Já em relação ao uso do Cadastro Ambiental Rural (CAR), ele não é instrumento adequado para medir remoções de gases do efeito estufa.

Além disso, Temer anuncia uma redução de emissões por desmatamento ao mesmo tempo em que propõe e concretiza políticas na direção contrária, como a redução de áreas protegidas e a Lei 13.465/2017, que incentiva a grilagem de terras, dentre outras propostas que levarão a um aumento do desmatamento e de emissões futuras, colocando em risco, inclusive, o cumprimento brasileiro do Acordo de Paris.

Posté par Fatos e Fotos à 13:52 - Permalien [#]
Tags : , , , , , , ,

09.08.18

25ª Bienal do Livro de São Paulo : uma síntese de todo o universo literário

Até 12,08.2018

Pavilhão do Anhembi – São Paulo/SP
Segunda à sexta-feira, das 9h às 22h (entrada até as 21h) 
Sábados e domingos, das 10h às 22h (entrada até as 21h) 

A leitura apaixona, constrói e transforma caminhos. Quem absorve o poder contido nas palavras pode enxergar o mundo de um jeito novo, estimular a criatividade através da imaginação e até mesmo descobrir uma profissão.

photo_5b6068dc45d41

Posté par Fatos e Fotos à 17:12 - Permalien [#]
Tags : , , , , ,

01.08.18

Literatura : Arian Dialectaquiz dos Santos, entre ciência e misticismo...segredos, intrigas e voltas ao mundo

Bate papo com o escritor brasileiro Arian Dialectaquiz dos Santos, novo talento nacional, que nos transporta, através das suas narrativas ficcionais, pelo mundo. Poeta e colunista, o paulistano é fascinado pelas artes, línguas e pelas ciências. Ele já publicou dois romances (O Herdeiro da Morte e O Testamento dos Anjos pela Editora Giostri) e entre uma aula e outra no Instituto de Astronomia da USP, está finalizando o terceiro volume da sua obra.

 

foto

 

Brasilidade : Como você explica o seu interesse pela escritura ?

Arian : Eu comecei à escrever poemas e poesias quando eu tinha 13-14 anos. Aos 17 anos eu tive um sonho e comecei escrever uma ficção. Não esperava que a história seria publicada !

Brasilidade : Com 20 anos você já tem dois romances publicados. O Herdeiro da Morte e o Testamento dos Anjos são dois suspenses cheios de segredos, intrigas e voltas ao mundo. Você tem muita imaginação...de onde vem tanta inspiração ?

Arian : Eu sempre gostei muito de ler, de estudar a história das religiões, me projetar em épocas e em mundos diferentes que misturem ciência e misticismo. Descobrir o mistério das coisas. Meus livros são narrados em primeira pessoa e cada narrador tem a sua forma particular de escrever. Os personagens são contemporâneos e vivem uma aventura moderna, cheia de ação, de jogos políticos e enigmas. Para decifrar as charadas eles vão viajar pelo mundo desvendando muitos mistérios. Descobrir o lado oculto das coisas, cumprir a missão, seguir os planos para poder seguir em frente e se salvar. Eis a trama dos romances. O tomo I gira em torno da personalidade das três figuras principais – um vampiro, uma bruxa, um hacker. No tomo II, entram em cena um advogado e uma jornalista e alguns segredos começam a ser revelados.

Brasilidade : E no tomo III ?

Arian : Suspense... ! O tomo III está previsto para 2019... !

Brasilidade : Os seus livros estão bem distantes dos clichês referentes ao Brasil e à cultura brasileira. Neles encontramos vampiros, anjos e outras criaturas. O que significa ser brasileiro para você ?

Arian : Ser brasileiro é ser uma mistura de vários povos. Tenho orgulho de ser brasileiro e poder ter acesso à diversidade cultural que proporciona esse país. Nem tudo é bacana por aqui, nem tudo funciona como deveria funcionar e certas situações são mesmo vergonhosas. É uma pena. Poderia ser melhor...

Brasilidade : Qual é a mensagem que você quis transmitir através dos seus livros ?

Arian : Ler é dar uma escapulida em um mundo diferente. Fica ao leitor de retirar dos meus livros aquilo que ele sentir.

imagemimagem

 

Sobre o autor : Arian Dialectaquiz Santos é paulistano, nascido em 1998. Colunista no portal Meu Mundo, Meu Estilo, estuda Ciências Atmosféricas no Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo.

Crédit photo: Marcelo Spatafora

 

31.07.18

Brasilidade: Flip 2018 homenageia Hilda Hilst

 

A Feira Internacional de Literatura de Paraty deste ano acontece de 25 a 29 de julho. A abertura do evento está por conta da atriz Fernanda Montenegro e da compositora e pianista Jocy de Oliveira. Montenegro também irá lança uma fotobiografia no evento, enquanto Jocy lança um volume com textos sobre sua obra.

Cada edição tem um autor brasileiro homenageado. Esta é a forma que as pessoas por trás da Flip encontraram de preservar e valorizar não só a língua portuguesa, como a literatura do Brasil. Este ano a homenageada é a escritora Hilda Hilst.

A Flip 2018 reúne 33 autores e autoras em seu programa principal –17 mulheres e 16 homens. Os convocados são poetas, romancistas, contistas, ensaístas, historiadores; também atrizes, cineasta, editores, compositores, fotógrafo, performers, slamer, sound designer. Multiculturais, muitos vivem em países diferentes de onde nasceram, tendo passado por outros tantos territórios no decorrer de suas trajetórias.

Com diferentes ambientes, você pode transitar pela FlipZona, FlipMais e Flipinha. A última é a garantia de que os pequenos também irão se impressionar com o evento. Assim, é possível alcançar públicos de diversas idades e começar, desde cedo, o incentivo a leitura.

Para saber + : http://flip.org.br/edicoes/flip-2018/noticias/com-hilda-hilst-flip-2018-reforca-carater-artistico