7.900 km² de vegetação foram destruídos ao total, pior resultado dos últimos 10 anos, cerca de 1,18 bilhão de árvores, o equivalente a 987.500 campos de futebol ou 5,2 vezes o tamanho da cidade de São Paulo.

O desmatamento na Amazônia brasileira registrou um aumento de 13,7% entre agosto de 2017 e julho de 2018, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), responsável pelo monitoramento da cobertura nativa da maior floresta tropical do planeta.

Mesmo com o aumento no número de autuações e apreensões no mesmo período, o Brasil perdeu, nesse último ano, uma área total de 7.900 km².

O desmatamento na Amazônia brasileira tem como principais causas diretas a pecuária, a agricultura de larga escala e a agricultura de corte e queima associada à exploração madeireira. Dessas causas, a expansão da pecuária bovina é a mais importante causa do desaparecimento da floresta tropical.

DESMATAMENTO_1

 

Foto: INPE